2.6.09


(caneta e tinta-da-china sobre papel, maio 2009)

3 comentários:

hfm disse...

Quando o rosto se torna poema.

isabel mendes ferreira disse...

tão belo!

Laura disse...

- Em que pensas?
- Em nada.
- Não se pode pensar em "nada". Estamos sempre a pensar em qualquer coisa...

Arquivo do blogue

 
Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 2.5 Portugal License.