17.9.07



finge que sopras dos meus lábios

a sombra do voo dos grifos
os veios das escarpas

e deixa-me a pele rasa
um corpo fóssil

na garganta quebrada do rio.

11 comentários:

Anónimo disse...

aqui sim.


beleza.



alta.


a rasar um outro universo.

de versos que se escapam das escarpas.


beijo.
Blue.


_______________
y.

Scarlata disse...

:)

Licínia Quitério disse...

Falando de escarpas.... :))

Beijo.

ana disse...

lindo cláudia, lindo de morrer!

Gi disse...

e que sopro esse ...

beijos

Bandida disse...

é tão azul a partilha!



beijo B.


B.

Mateso disse...

Adeja o traço nas palavras murmuradas em linhas...
Bj.

Teresa Durães disse...

e consegue-se viver com esse fingimento?

mais uma bela imagem

Natália Nunes disse...

Aceita a sombra do vôo dos grifos que marcam os lábios meus.
:)

Lindo, CLáudia!

Gi disse...

Aqui a fantasia é colocada ao serviço do sonho, com a rectificação eles misturam-se .Fica uma realidade fantasiosa.

Há diferenças :)

Beijos

laura disse...

e azuis... tantos!

Arquivo do blogue

 
Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 2.5 Portugal License.