21.8.07




(caneta sobre papel, agosto 2007)

as mulheres que imagino
no comboio, ao olhar para elas.

27 comentários:

Natália Nunes disse...

É você quem faz esses desenhos, Cláudia?

Gosto muito.

blue disse...

sou eu, sim, natália.

Carlos Ramos disse...

qualquer coisa de imortal
qualquer coisa de sagrado
um abandono e um acorde de piano
é o que sinto quando vejo as tuas tintas.

CNS disse...

Quantas histórias em cada um destes traços...

Anónimo disse...

que te dizer?

que levei a terceira?

pois...passo a vida a "roubar-Te"...

que me fascina a expressão do teu traço....

as aguadas só aparentemente frágeis...

o intenso espaço que vai do olhar ao gesto...

pois...

um dia talvez saiba----dizer.


um abraço.


imf.

blue disse...

o vazio, isabel?

Mateso disse...

De traço forte e doce no olhar corido do tempo.
Bj

saudosista do futuro disse...

e o que se imagina,
neste outro comboio,
ao olhARTE.


(...)

és sempre um espanto.

Anónimo disse...

antes a "ida"...Blue.


___________________________


até logo.


beijo.


imf.

Mar Arável disse...

UM TRAÇO - UM RISCO

PODE TRANSFORMAR

UMA VIDA

SE VOAR

E OS SEUS TRANSPORTAM-ME
E VALE A PENA

CONTINUE
A ESCREVER POEMAS
COM TRAÇOS

Luis disse...

A CP é uma inesgotável fonte de inspiração. Se no comboio as mulheres ficam assim, eu qualquer dia tiro passe.

blue disse...

bom-dia, luís.

hfm disse...

De repente pensei em Paula Rego.

Luís Galego disse...

fiquei deslumbrado com o que vi....

Natália Nunes disse...

Que linda a sua arte, Cláudia!
Que dom!
Parabéns.


Para mim, há aquelas mulheres que são mais mulheres - não importa se são mulheres fêmeas ou mulheres machos - é um grupo seleto e silencioso, que se reconhece instintivamente.

Letras de Babel disse...

são as que elas imaginam ser...(?)...


[desenhas tão bem. tão ao de leve a marcar fundo em tudo...]


beijos

_______.

Manuelinho disse...

Poema com imagem e traço perfeito.
Bj

s. disse...

tive a dar uma vista de olhos na tua galeria e fiquei espantado. acho que dizer-te que desenhas muito bem não será de todo novidade para ti. mas foram estes os desenhos de que mais gostei. talvez por teres apenas usado a caneta sinto-os mais rudes, muito humanos. gostei muito.

Camarada Choco disse...

Divulgação

Mais um Blog que se tornou um Livro!

Filme da apresentação disponível no YouTube em “Camarada Choco”

www.camaradachoco.blogspot.com
www.camaradachoco.blogs.sapo.pt

eremita disse...

Permita-me que diga: invejo sua arte - entenda-se: também gostaria se assim saber expressar-me.
Traços.
Uns traços que parecem tão simples, tão soltos e leves e que no conjunto recriam vida, emoções....Lindo.
Bom fim-de-semana e fraterno abraço.

Bandida disse...

marcam os teus traços. deixam marcas. na pele.



B.

alexandre inácio disse...

Ol� Carla.

Tomei a liberdade de lhe roubar o desenho do meio para ilustrar um post no meu blogue. N�o lhe pedi autoriza�o porque a arte � de todos, e n�o acredito em propriedade privada, nem t�o pouco em genu�na originalidade (a esp�cie humana � demasiado velha). A autoria ser� salvaguardada, para interesse dos visitantes.

O seu blogue � bastante interessante.

marisa disse...

gosto muito destes desenhos. em tempos também viajei, quase diariamante, de comboio e por vezes sinto saudades desses momentos em que somos "obrigados" a ter tempo para nós próprios e/ou a ser observadores de companheiros de viagem (a pontual e a temporal, a da vida).
continuas com as tuas letras e traços a embelezares os meus dias e mantenho a esperança que toda esta beleza um dia vire livro.
bjs
marisa

aida monteiro disse...

a poesia aqui
a não precisar de palavras.

gostei mesmo muito, blue.

Teresa Duraes disse...

(o vazio? ou o desespero do vazio?)

continuo a gostar bastante do teu traço

isabel disse...

gostei muito!

Scarlata disse...

é bom voltar das férias e vir aqui apanhar ar... ;)

Arquivo do blogue

 
Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 2.5 Portugal License.