10.3.08

o que lerei esta noite para saber da tua voz
contos pântanos brisas comboios desertos
um arrepio uma funda um assobio
o que lerei que palavras soletrarei como reter o tempo
sequóias desfiladeiros fragas
lágrimas um rubor vagas
que mãos tomarão as faces os cabelos
que bocas cegas se tactearão
a cintura o torso as omoplatas os cotovelos
os pulsos abertos o sexo as nádegas

o que lerei esta noite
um arrepio uma funda um assobio.

5 comentários:

CNS disse...

Belo, blue. Muito

Scarlata disse...

Eu gostei do que li.
;D

Anónimo disse...

eu tb. muito.




uma fraga a despenhar-se.


beijo Blue.



y.

isabel victor disse...

Um arrepio ... blue

Deixo.te um beijo *



iv

CCF disse...

Palavras únicas estas azuis aqui.
~CC~

Arquivo do blogue

 
Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 2.5 Portugal License.