24.2.08

à noite caminho a teu lado na Junqueira em julho
crescem sombras nos muros nas plantas inquietas
mordidas pelos ventos que atravessaram o deserto
agitadas pela ânsia dos pássaros dos gafanhotos
pelo perfume de hibiscus tamareiras buganvílias
crescem sombras nos meus degredos nocturnos
reconstroem o cavername que ciclicamente me asfixia.

é quando lanço mão do teu olhar que de repente nos assemelhamos
a uma rocha à deriva uma baía ali mesmo antes do Tejo
ali perturbada pelo cheiro a maresia
os sentidos eriçados quando saímos do arco de luz dos candeeiros
e embatemos contra todas as sombras e a tua boca roça na minha
a tua boca beija a minha.

14 comentários:

Scarlata disse...

"os sentidos eriçados quando saímos do arco de luz dos candeeiros
e embatemos contra todas as sombras e a tua boca roça na minha
a tua boca beija a minha"

Gosto muito disto, muito.
;)

CNS disse...

Esta luz de julho, estes cheiros, estas flores e cores refectidas no Tejo, já foram meus companheiros. (Re)abracei-os aqui.

Anónimo disse...

erotismo virando poesia...belo, belíssimo, de novo cinco estrelas!

beijos

marisa

Gi disse...

um poema feito de luz e sombra

gostei

um beijo

isabel victor disse...

Um beijo encantado

iv*

M. disse...

Ali mesmo antes do Tejo, e fora sempre o Tejo a testemunha..

Lindissímo.

Luis Eme disse...

O tejo, a noite, a luz, as sombras e os beijos...

cabe tudo num poema.

laura disse...

e cabe tudo aqui, neste belo espaço... um beijo

Bandida disse...

que belo poema, Blue!!

beijo

Dalaila disse...

perfumada escrita esta

isabel mendes ferreira disse...

nada a acrescentar ao já dito.

a não ser
reiterar a minha admiração.




.emudeço.

T S disse...

oi adorei seu blog
convido vc para LUSITANA ILUSAO
espero que goste
ts

Mar Arável disse...

Quando os muros são de vidro

até parecem


transparentes

bruno disse...

muito bom, blue.
gostei muito da segunda estrofe.
um abraço bom.

Arquivo do blogue

 
Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 2.5 Portugal License.